sair Tecle enter para efetuar a busca

Profissional

Equipe qualificada dentro da linha Cognitiva Comportamental do Beck Institute of Cognitive Therapy na Philadelphia, EUA

059monica-maino-1000x1000.jpg

Mônica Ribas Maino, MSc.

CPR: 06/60661

E-mail


  • Psicóloga formada pela PUC-SP (1992)
  • Graduação e Licenciatura plena em História pela PUC-SP (1988)
  • Mestre em Ciências pelo Departamento de Psicobiologia da UNIFESP (2012)
  • Especialista em Dependência Química pelo Departamento de Psicobiologia da UNIFESP;
  • Curso de Extensão Clínica da Adolescência e Pré Adolescência sob a perspectiva da TCC (COGEAE-PUC-1994);
  • Curso de Aprimoramento em Psicopedagogia (COGEAE/PUCSP-1996);
  • Escritora de livros sobre prevenção do uso de drogas para adolescentes, pais e educadores;
  • Certificada em Terapia Cognitiva Processual (TCP) com Dr Irismar Reis de Oliveira (2016)
  • Apresentação de Poster premiado no Primeiro Simpósio sobre Adolescência(s): Vulnerabilidades, Protagonismos e Desafios (UDED/UNIFESP-2015);
  • ?Segundo Simpósio sobre Adolescência(s): Vulnerabilidades, Protagonismos e Desafios (UDED/UNIFESP-2016).
  • Experiência de mais de 20 anos no acompanhamento psicopedagógico de adolescentes com dificuldades de aprendizagem (dislexia, discalculia, dificuldades psicomotoras e TDHA);
  • Vivência em magistério em escolas públicas e particulares;
  • Experiência no atendimento clínico a dependentes químicos e orientação a seus pais;
  • Realizou tutoria do Projeto SUPERA, de treinamento à distância para profissionais de saúde de todo o Brasil em diagnóstico precoce e encaminhamento de dependentes químicos (2010);
  • Realizou gerência de projetos preventivos no combate à violência nas escolas municipais (1992-2001);
  • Realizou consultoria especial prestada ao gabinete do Secretário Municipal da Educação (1992-2001);
  • Realizou pesquisas na área de Saúde Pública com Educação à Distância sobre: tratamentos alternativos da dependência de drogas psicotrópicas; abuso de álcool na adolescência na cidade de São Paulo; fatores de aderência ao tratamento da dependência química. 

Informe seu e-mail e receba nossos boletins

*Nunca usaremos suas informações para envio de spam