sair

Tecle enter ou retorno para busca

As férias chegaram: algumas ideias para controlar o tempo de tela. Maria Alice Fontes, Fernanda Lee


As férias chegaram e muitos estão ansiosos para ter um pouco mais de tempo livre. Os jovens terão mais tempo para respirar e explorar seus interesses além da escola, mas sabemos que o tempo ocioso pode rapidamente resultar em mais tempo de tela, aumentando as nossas batalhas sobre uso da tecnologia.

Aqui estão algumas ideias para gerenciar o tempo de tela nestas férias.

Reserve um momento para conversar com seus filhos se eles têm alguma coisa em especial que queiram fazer, pessoas que desejam encontrar e projetos que desejam realizar, desde que caiba no seu orçamento e no seu calendário. Juntos, escolham uma ou duas coisas específicas que eles gostariam de fazer e determine o prazo para elas acontecerem.

Ensine que ficar no computador ou no celular é possível quando se tem um objetivo específico com início e fim, mas não é aceitável ficar o dia todo rolando a tela sem propósito e sem limite.

Entretanto, tenha em mente que dizer ao seu adolescente para desligar os aparelhos eletrônicos enquanto você está sentado em frente à TV ou grudado no computador provavelmente não será eficaz. Os adolescentes aprenderão mais com o que você faz do que com o que você diz. Seja um bom modelo, limitando o seu próprio tempo de tela. Deixe seu filho ver você escolher desligar as redes sociais para dar um passeio ao ar livre. Mostre a eles como você aprendeu a controlar os eletrônicos na sua vida e como o uso é possível quando está associado a um propósito.

As férias podem ser um bom momento para sermos criativos sobre possíveis projetos de ajuda na casa. Considere aprender e ensinar novas tarefas e novas habilidades aos seus filhos, como por exemplo: cozinhar, pintar ou reformar alguma coisa. Pense em convidar o seu filho, e até alguns amigos, para ajudar a fazer alguma pequena reforma dentro de casa.

Se você ouvir objeções, saiba que é normal que as crianças e os adolescentes sintam-se irritados e reajam com resistência por terem que ajudar em casa. Ainda assim, convide-os calmamente a contribuir. Se puder assista com eles o TED Talk sobre criar adultos da Julie Lythcott Smith, ex-reitora da Universidade de Stanford. Ela aborda na sua apresentação sobre o mais longo estudo longitudinal já realizado em Harvard, chamado Grant Study.

No Grant Study foi apontado que o sucesso profissional na vida adulta está fortemente relacionado com as contribuições nas tarefas domésticas quando criança. Esse hábito de levantar as mangas e por a mão na massa, desenvolve a mentalidade de contribuir. Os jovens precisam compreender que mesmo que seja um trabalho desagradável, o seu esforço é útil para a melhoria do ambiente e das pessoas que o cercam. Neste estudo, o sucesso profissional na vida adulta está relacionado à execução de tarefas domésticas.

Assim, convide seus filhos para colaborar. Não faça nada que eles possam fazer sozinhos. Encoraje-os e aprecie a colaboração deles, mesmo com pequenas coisas.

Além dos trabalhos domésticos, as férias são um ótimo momento para incentivar projetos criativos usando até mesmo a tecnologia. Você sabia que, em média, as crianças gastam apenas 3% de seu tempo na tela "criando conteúdo"? Ou seja, na maioria do tempo, elas estão apenas consumindo, não criando. Tente incentivá-los a fazer algo criativo como tirar fotos, criar vídeos ou compor músicas no computador, experimentar filmar seu próprio episódio em sua câmera do telefone e, em seguida, aprender a editá-lo no computador.

Seguem algumas perguntas úteis para você fazer para eles nas férias:

• Quais são as duas coisas que você gostaria de realizar nestas férias?
• Existe uma nova habilidade, como edição de vídeo ou criação de música que você possa estar interessado em aprender mais?
• Gostaria de fazer algum curso de artes ou algum esporte novo?
• Quanto tempo você acha que é razoável por dia nas férias para gastar fazendo com jogar videogames ou redes sociais?
• Que projetos de “ajuda em casa” você pode criar que lhe ensinariam uma habilidade na qual você está interessado - ou pelo menos ligeiramente interessado?

Está comprovado que o tempo excessivo de tela é prejudicial para nossos filhos do ponto de vista físico e psicológico. Ao mesmo tempo, o tempo de tela está fazendo com que nossos filhos percam muitas oportunidades de contribuir e socializar, que são fundamentais para o desenvolvimento humano. Experimente algumas das estratégias listadas aqui para reduzir o tempo de tela do seu filho nas férias. Se você precisar de algo positivo para neutralizar a resistência que receberá do seu filho, tente acompanha-los nas atividades que substituem o tempo de tela. Você pode ser agradavelmente surpreendido. Os eletrônicos e as telas fazem parte das nossas vidas, e há aspectos positivos para o seu uso também, mas acostume-se a aceitar as telas quando estiverem relacionadas com um propósito específico e útil. Se isso não estiver acontecendo, convide-os de forma gentil e firme para contribuir de alguma outra forma.


Bibliografia:

Ways to manage screen time this summer. Delaney Ruston, MD. June 12, 2018, in https://www.screenagersmovie.com/tech-talk-tuesdays/ways-to-manage-screen-time-this-summer

10 Strategies to Limit Your Teen's Screen Time. By Amy Morin, LCSW . January 06, 2019, in https://www.verywellfamily.com/strategies-limit-your-teens-screen-time-2608915

Good genes are nice, but joy is better. Liz Mineo. April 11, 2017, in https://news.harvard.edu/gazette/story/2017/04/over-nearly-80-years-harvard-study-has-been-showing-how-to-live-a-healthy-and-happy-life/
 

2019-07-01 00:00:00

Informe seu e-mail e receba nossos boletins

*Nunca usaremos suas informações para envio de spam