Página Inicial

Déficit de Atenção nos adultos. Juliana Stroh, Maria Alice Fontes

O que é TDAH?
 
O Transtorno do Déficit de Atenção e/ou Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, com causas genéticas, que começa na infância e normalmente acompanha o indivíduo em sua fase adulta. Este diagnóstico foi amplamente discutido nos últimos 10 anos, com várias pesquisas publicadas sobre o TDAH especialmente em crianças, entretanto sabe-se que os problemas continuam na vida adulta.
 
Quais os sintomas do TDAH nos adultos?
 
Os três principais sintomas do TDAH na vida adulta continuam sendo:  impulsividade, hiperatividade e desatenção, mas em geral, se apresentam de forma diferente do que estamos acostumados a observar nas crianças.
 
Como é a hiperatividade no adulto?
 
O comportamento hiperativo é substituído por atitudes de fazer tudo como se estivesse com muita pressa. Eventualmente pode não conseguir deixar as mãos e pernas paradas, roer unhas, rabiscar os papéis, mexer a cadeira e ter dificuldades com o sono. O adulto hiperativo está sempre fazendo alguma coisa, muitas vezes indo e voltando até ficar fisicamente esgotado.
 
A hiperatividade é substituída pela inquietação mental e não mais somente física, como frequentemente observado nas crianças. São os adultos que fazem milhões de coisas ao mesmo tempo, não param de pensar um segundo, e além disso, são capazes de ter dezenas de atividades durante um mesmo dia.
 
Como a impulsividade se apresenta no adulto?
 
A impulsividade no adulto com TDAH pode, por exemplo, se apresentar como dificuldade de controlar emoções e reações imediatas. Este comportamento pode evoluir e se tornar problemático caso o adulto se envolva em jogos, compras e abuso de substâncias de forma descontrolada. Uma outra maneira de manifestação da impulsividade é a dificuldade em controlar os pensamentos, muitas vezes apresentando explosões verbais, ou seja, dizendo que a primeira coisa que vem à mente.
 
Como os problemas de atenção aparecem nos adultos?
 
Sabemos que a distração também afeta muitos aspectos da vida adulta. Os indivíduos podem ter problemas em manter a mente focada em uma tarefa específica, ou seja, podem ter dificuldade de se concentrar em uma conversa, mostrando-se facilmente entediados, quando não estão completamente entretidos. Os pequenos esquecimentos na vida diária, no trabalho e em casa, podem parecer resultado do excesso de tarefas, mas frequentemente são causados pela desatenção.
 
Adultos com TDAH tem regularmente dificuldade para organizar e planejar o futuro. Fazem tudo de última hora e acabam não conseguindo cumprir muitos dos compromissos e prazos. Esta dificuldade executiva pode ser identificada por alguns sintomas: 
 
  • Ser desorganizado;
  • Perder coisas;
  • Depender de terceiros para manter a ordem;
  • Não conseguir acompanhar muitas coisas ao mesmo tempo;
  • Não conseguir finalizar tarefas e/ou projetos, precisando muitas vezes de um prazo rígido para poder finalizá-las.
Durante seu dia a dia, o adulto portador de TDAH pode ter dificuldade de se organizar e planejar as atividades diárias, ou mesmo saber colocar suas prioridades. Apresenta dificuldade de organizar e administrar seu tempo e na tomada de decisões, além de esquecimentos frequentes com relação a datas. O adulto normalmente não persiste em suas atividades, e muitas vezes não consegue finalizar suas tarefas, como por exemplo ler um livro até o final.
 
Como deve ser o Diagnóstico do TDAH no adulto?
 
Para se fazer o diagnóstico de TDAH em adultos é obrigatório demonstrar que o transtorno esteve presente desde criança. Isto pode ser difícil em algumas situações, porque o indivíduo pode não se lembrar de sua infância, mas em geral lembra de situações que denunciam os sintomas de hiperatividade e impulsividade. Pode ter sido muito “avoado”, com queixas frequentes de professores e pais.”  Ao se fazer um diagnóstico, sugere-se características como:
 
  •     Atividade Motora Constante
  •     Incapacidade de manter o foco em conversas
  •     Distração
  •     Incapacidade de se concentrar na leitura
  •     Dificuldade de foco no trabalho
  •     Esquecimentos constantes
  •     Labilidade afetiva
  •     Incapacidade de completar tarefas
  •     Temperamento estourado
  •     Impulsividade
  •     Baixa tolerância ao estresse
  •     Dificuldade de organização
  •     Intolerância ao tédio
  •     Criatividade e inteligência com momentos brilhantes
  •     Baixa tolerância à  frustração e impaciência
  •     Inquietude
  •     Problemas para seguir regras e procedimentos
Como deve ser o tratamento de um TDAH adulto?
 
O tratamento em adultos portadores de TDAH é o mesmo que usado em crianças e /ou adolescentes, isto é, ele deve ser multi-modal, misturando a medicação com intervenções psicoterapêuticas.
 
A medicação pode ajudar a superar hábitos e comportamentos, além de muitas vezes ser usada para tratar as comorbidades que podem acompanhar um adulto com TDAH como: depressão, ansiedade, problemas com álcool ou drogas, etc.
 
A psicoterapia ajuda a pessoa a lidar com sentimentos como a raiva e a frustração, além de promover a melhora das habilidades sociais, bem como ajudar na resolução dos problemas decorrentes do TDAH.
 
Quais são os aspectos positivos de ter TDAH?
 
Apesar dos pontos difíceis, podemos apontar vários aspectos positivos no adulto com TDAH. Na verdade, são pessoas frequentemente muito rápidas e inteligentes. Na maioria das vezes, são incrivelmente criativas, extrovertidas e hábeis resolver tudo ao mesmo tempo. Em geral, adoram aventuras, e esportes radicais, pois sua impulsividade é alimentada de forma gratificante. Eles podem se tornar muito bem sucedidos quando encontram algo apaixonante para fazer. Estas são as pessoas que exalam energia, entretanto, quando não bem encaminhadas ou tratadas, suas vidas podem ser afetadas de forma dramática.
 
Problemas geralmente ocorrem quando eles não conseguem encontrar alguma coisa para segurar seu interesse, que por sua vez pode levar a muitos problemas como os acima mencionados, ou seja, abuso de substâncias, depressão ou incapacidade em encaixar suas vidas em uma estrutura tradicional.
 
De qualquer forma, o tratamento é sempre possível e o adulto com TDAH pode ter uma vida absolutamente normal se conseguir encaminhar com sucesso suas dificuldades e aproveitar seus recursos!
 
Referências Bibiográficas
 
http://www.psiqweb.med.br/site/?area=NO/LerNoticia&idNoticia=257
http://www.psicologiananet.com.br
http://www.tdah.org.br
Conners, C. Keith. Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade: as mais recentes estratégias de Avaliação e tratamento. 3. Ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.
ROHDE, L.A., BENCZIK, E,. Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade: O que é? Como ajudar? Porto Alegre. Editora Artes Médicas, 1999. 

2012-03-24 00:00:00

Profissionais relacionados

Assine nosso Informativo

Cadastre-se gratuitamente e receba nossos Boletins:
CRP/SP: 3605/J
R. João da Cruz Melão 443, Morumbi, SP (mapa)
© 2017. Clínica Plenamente.
O conteúdo deste site é protegido pela Lei de direitos autorais (Lei nº 9.610/1998), sendo vedada a sua reprodução, total ou parcial, a partir desta obra, por qualquer meio ou processo eletrônico, digital, ou mecânico (sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, de fotocópia, fonográficos e de gravação, videográficos) sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais.